A Quinta Toca do Douro, remete para outro projeto que surge sobre vales do concelho de Cinfães. O propósito da presente intervenção consiste em ampliação da habitação unifamiliar e reabilitação da arquitetura preexistente.

A operação urbanística visa a preservação da linguagem arquitetónica das construções existentes, em termos de paramentos exteriores e ao mesmo tempo apresentar uma nova linguagem arquitetural no que concerne ao plano e volumetria dos telhados e respetivo revestimento.

No edifício de habitação em moradia unifamiliar, pretende-se manter a utilização atual dos respetivos pisos, concretamente, o piso 0 manter-se-á como um local de armazenagem, e o piso 1 continuará a funcionar como uma habitação. Assim sendo, e no que concerne à intervenção interior, esta proposta tem como objetivo a reorganização funcional do piso 1, onde se pretende implementar uma habitação de tipologia T1.

Em termos de organização funcional, o piso 1 será reorganizado de modo a dispor de três espaços, designadamente, um espaço social em open space, que terá a função de entrada, sala de estar e jantar, e cozinha kitckenette, um espaço de descanso destinado a quarto, e, por último, uma instalação sanitária que irá fazer a divisão espacial destes dois espaços (zona social e zona de descanso). As alterações propostas acabaram por despoletar a necessidade de abrir mais vãos no alçado principal (alçado norte), de forma a transformar estes espaços em espaços habitáveis, sendo que ainda poderão usufruir da vista privilegiada para o Rio Douro.

Lugar da Mófeda, EN222
Cinfães, Viseu, Portugal

FINALIDADE:

ÁREA BRUTA:

140 m²

ANO:

2022

Habitação Unifamiliar

LOCALIZAÇÃO:

QUINTA TOCA DO DOURO

CINFÃES, VISEU